DE OLHO NA MÍDIA - Site oficial

Responsive Ad Slot


China Tom - Tudo que há

Abrahão Crispim - miscelânea

Giro Fama

Olho News

Olho TV

Olho TV

Destaques

Destaques

Política & Economia

Posse da nova diretoria da APESE - Associação dos Procuradores do Estado de Sergipe

Nenhum comentário
Por Ascom Apese


Foto: Marcia Cruz/Ascom APESE

              Marcus Barros é o presidente do biênio 2019-2020


Tomou posse nesta quarta-feira (16), a nova diretoria da Associação dos Procuradores do Estado de Sergipe. O evento aconteceu na sede da APESE e contou com a participação dos procuradores do Estado, da presidente e do vice-presidente da APMAJU – Associação dos Procuradores do Município de Aracaju, Marília Menezes e Filipe Cortes, respectivamente, e do presidente da Comissão de Advocacia Pública da OAB Sergipe, Victor Barreto, no ato representando o presidente da instituição, Inácio Krauss.

A nova diretoria é composta pelos procuradores Marcus Aurélio de Almeida Barros (presidente), José Carlos Macedo dos Santos (vice-presidente), Carina Fontes Silveira Barreto (secretária geral) e Augusto Carlos Cavalcante Melo (tesoureiro), que assumem a APESE no biênio 2019-2020.

DESPEDIDA E AVALIAÇÕES

Após duas gestões (2015-2016 e 2017-2018), Mario Marroquim encerra seu segundo mandato ressaltando as principais ações desenvolvidas em suas gestões, dando destaque especial ao projeto de lei desenvolvido em parceria com os associados e já encaminhado ao governo do Estado.

“Este projeto de lei é, sem dúvida, algo a ser destacado, pois reunimos a categoria para que, juntos, pudéssemos desenvolver este projeto, que já está na mão do governador para ser avaliado e encaminhado à Assembleia Legislativa. Agradeço a todos vocês pela confiança. Creio que deixo como marca de minhas gestões a marca da conversa, de unir e ouvir os colegas para, juntos, definirmos o melhor para a categoria, como um todo. Também fico feliz de entregar a sede reformada e desejo uma excelente gestão à nova diretoria. Que Deus abençoe a todos vocês!”, declarou Mario Marroquim, em seu discurso de despedida.

PRINCIPAIS OBJETIVOS DA NOVA GESTÃO

Citando Barak Obama em seu discurso de posse, Marcus Barros disse que o exercício de um mandado é como uma corrida de revezamento, onde cada um que assume o bastão, procura fazer o melhor possível, e que ele e os demais componentes da diretoria irão dar o melhor para que a APESE continue sendo fortalecida. “A missão agora foi passada para mim e eu procurarei dar o meu melhor para a categoria e eu não estou sozinho. Esta missão não é só minha e sim de toda a equipe que compõe a nova direção. E a gente precisa de todos os associados para que, juntos, possamos fazer sentido ao que a gente tanto preza, que é a nossa classe”, declarou o novo presidente.

“Temos muitas pautas e elas só poderão ser implementadas com o apoio de todos os membros da APESE. Entre os nossos objetivos principais estão a Legislação, dando continuidade ao trabalho iniciado por Mario Marroquim, e a Escola da APESE, pois temos muitos profissionais capacitados para ensinar, e também para qualificarmos o quadro que precisa de ensinamentos constantes. Convido vocês para fazerem parte do dia a dia da nossa associação. Esta é a nossa casa e conto com todos vocês nesta nova caminhada!”,  finalizou Marcus Barros.

NOVA DIRETORIA APESE

DIRETORIA:

Presidente: Marcus Aurélio de Almeida Barros

Vice-presidente: José Carlos Macedo dos Santos

Secretário-Geral: Carina Fontes Silveira Barreto

Tesoureiro: Augusto Carlos Cavalcante Melo

CONSELHOR DELIBERATIVO:

Edgar D’Avila Melo Silveira

Marcos Alexandre Costa de Souza Póvoas

Patrícia Regina Leo C. Nunes

Pedro Durão

CONSELHO FISCAL:

Gaspar Fontes de Faro

Gilda Tosta Boa Morte Café

José Paulo Leão Veloso Silva

Micheline Marinho Soares

Wellington Matosa de Ó

ESCOLA SUPERIOR DA ASSOCIAÇÃO DOS PROCURADORES DO ESTADO DE SERGIPE – ESAPESE

Coordenadoria Administrativa: Rita de Cássia Matheus dos S. Silva

Coordenadoria Pedagógica: Agripino Alexandre dos Santos Filho

Coordenadoria Científica: Kleidson Nascimento Santos

Coordenadoria de Divulgação: Alexandre Augusto Rocha Soares

DEPARTAMENTO DE EVENTOS SOCIAISE CULTURAIS:

Conceição Maria Gomes Elh Barbosa

Licia Maria Alcântara Machado

Túlio Cavalcante Ferreira

DEPARTAMENTO EDITORIAL E DE DIVULGAÇÃO:

André Luiz Vinhas da Cruz

Eduardo José Cabral de Melo Filho

Marcus Cotrim Carvalho de Melo

DEPARTAMENTO JURÍDICO:


Carlos Henrique Luz Ferraz

Suposta não celebração de casamento homoafetivo em Aracaju é investigada pelo MP

Nenhum comentário
Da redação

Foto © Fornecida por divulgação


O Ministério Público de Sergipe, por meio da Comissão de Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros, está acompanhando o caso de suposta negativa de celebração de um casamento homoafetivo no Fórum Integrado Maria Virgínia Leite Franco, localizado no bairro Santos Dumont, Zona Norte de Aracaju, no dia 13 de dezembro.
Após o fato ter sido noticiado pela imprensa sergipana, a Comissão LGBT, vinculada e sob a coordenação do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos (CAOpDH) do MPSE, tomou conhecimento e entrou em contato com as vítimas. Elas informaram ao órgão ministerial que já adotaram providências junto à Corregedoria do Tribunal de Justiça.
De acordo com o MP, a partir das notícias e dos relatos, teria havido descumprimento da Resolução 175 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), de 14 de maio de 2013, que dispõe sobre a habilitação, celebração de casamento civil, ou de conversão de união estável em casamento, entre pessoas de mesmo sexo. Além disso, teria violação da decisão da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4277 do Supremo Tribunal Federal (STF), de 2011, que reconhece a união estável para casais do mesmo sexo.
Um dia antes do fato (12 de dezembro), a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de reconhecer a união homoafetiva e a garantia dos direitos fundamentais aos homossexuais, recebeu o certificado MoWBrasil 2018, oferecido pelo Comitê Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). A decisão foi inscrita como patrimônio documental da humanidade no Registro Nacional do Brasil.
Com informações da Comissão de Promoção dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros do MPSE.

Pastor Heleno rasteja aos pés de Belivaldo

Nenhum comentário
Da redação

O PRB apostou alto nas eleições de 2018 e vive seu pior momento em Sergipe

Foto © Fornecida por divulgação


Quis ter um um representante no senador, e acabou sem nada. Rompeu com o governo, bandeou-se para a oposição, e acabou sem oposição e sem governo.
Heleno Silva perdeu para o Senado, os deputados Jony Marcos (federal) e Jairo de Glória (estadual) não se reelegeram.
Na sexta-feira,11, em entrevista ao Jornal da FAN, Heleno lembrou a Bíblia: “Benditos são os que se arrependem”, e colocou o partido à disposição de Belivaldo.

Projeto Caetanear oferece oficinas gratuitas de teatro, dança, música e audiovisual

Nenhum comentário
Publiditorial

Fotos © Fornecidas por divulgação


O projeto Caetanear irá oferecer quatro oficinas artísticas gratuitas, de 40 horas, para 20 participantes cada, ministradas entre janeiro e fevereiro de 2019 pelo ator Fábio Vidal (Velô em solos - Teatro Físico e processo criativo), os diretores Claudio Machado e Jarbas Bittencourt (Insubversos – Cena em Transa), a atriz Clara Garcia Espada (Território Instável - Corpo em Trânsito) e os atores Edson Bastos e Henrique Filho (Cinema Transcendental).

O ciclo de oficinas, inicia nesta segunda-feira (14) com a oficina "Velô em solos - Teatro Físico e processo criativo", ministrada pelo ator e encenador Fábio Vidal. A oficina objetiva estimular o processo criativo de atores, dançarinos, circences e performers, através da abordagem de diversas práticas para o desenvolvimento e aprimoramento deste atuante para a apresentação pública.

As inscrições para as demais oficinas estão abertas e podem ser feitas até cinco dias antes do início de cada oficina, através do preenchimento da ficha de cadastro por meio do link: http://bit.ly/caetanear. Serão selecionados 20 participantes, com base na carta de interesse e descrição de experiência artística preenchidas nas fichas de inscrição. Os participantes poderão se inscrever em mais de uma oficina.

O resultado da seleção será divulgado três dias antes da realização da oficina pretendida, no site www.territoriosirius.com.br. Os participantes selecionados serão contatados por e-mail e precisam confirmar sua presença para garantir a vaga até um dia antes da oficina.

O projeto é resultado de um processo de pesquisa, que envolve criação e experimentação de diversas formas expressivas cênico-cinematográficas, a partir do legado de Caetano Veloso nos seus mais de 50 anos de atividade artística. Toda a obra e história de vida de um dos mais importantes poetas, filósofos, músicos e escritores brasileiros irá servir de inspiração para mais de 100 artistas envolvidos em Caetanear. Dentre as ações artísticas, ainda serão realizadas três palestras, mostra de filmes, performances, festa, ensaios abertos e show.

Caetanear é um projeto desenvolvido pela sinergia e união do Território Sirius Teatro, União Instável, Voo Audiovisual, Digital Film e Multi Planejamento Cultural. O projeto foi contemplado no Edital Gregórios, da Fundação Gregório de Mattos e Prefeitura Municipal de Salvador e no programa Iberescena 2019 – Apoio à Coprodução de Espetáculos Iberoamericanos de Artes Cênicas.

Mais informações no site www.territoriosirius.com.br.

PROGRAMAÇÃO
  
Oficinas
Período: janeiro e fevereiro de 2019
Formulário de inscrição: http://bit.ly/caetanear
Local: Galpão Wilson Melo (Forte do Barbalho - R. Mal. Gabriel Botafogo, s/n – Barbalho)

Teatro

Vêlo em solos - Teatro Físico e processo criativo
Facilitador: Fábio Vidal
Datas: 14 a 25/01 (segundas, quartas e sextas)
Horário: 19h às 22h
*A oficina terá ainda encontros individuais de orientação agendados em fevereiro com os participantes.

Audiovisual

Cinema Transcendental
Facilitadores: Edson Bastos e Henrique Filho
Datas: 21/01 a 01/02 (segunda à sexta)
Horário: 14h às 18h

Dança

Território Instável - Corpo em Trânsito
Facilitadora: Clara Garcia Espada
Datas: 28/01 a 8/02 (segunda à sexta)
Horário: 19h às 22h
*A oficina terá ainda desenvolvimento e apresentação de performances agendadas em fevereiro com os participantes.

Música e teatro

Insubversos - Cena em Transa
Facilitadores: Claudio Machado e Jarbas Bittencourt
Datas: 11 a 22/02 (segunda à sexta)
Horário: 19h às 22h
*A oficina terá ainda desenvolvimento e apresentação de performances agendadas em fevereiro com os participantes.

EMURB atende a indicação do vereador Jason Neto

Nenhum comentário
Por Henrique Matos

Foto © Fornecida por divulgação


A Empresa Municipal de Obras e Urbanização (EMURB) iniciou a pavimentação asfáltica da Rua José Figueiredo de Albuquerque, no bairro Coroa do Meio. Essa foi uma indicação do vereador Jason Neto (PDT) já que os moradores vinham sofrendo, há anos, com a poeira em tempos de sol e lama em dias de chuva.



“São obras como essa que fazem valer o nosso trabalho como vereador. O meu mandato é para o povo, luto para que aconteçam melhorias nas comunidades. Aproveito para agradecer ao presidente da EMURB, Antônio Sérgio Ferrari, que tem sido sempre solícito quando o procuramos”, enalteceu o vereador Jason Neto.

O presidente da EMURB explicou que parte da rua ainda não foi finalizada, algo em torno de 150 metros, porque faltam serviços de drenagem, que é feito antes do asfaltamento. “Existe uma programação da empresa contratada. Ela faz os trabalhos de drenagem e depois asfalta. Mas nem sempre esse trabalho é linear”, explicou Sérgio Ferrari.  

Cortejo Afro recebeu Alinne Rosa e Larissa Luz nesta segunda-feira (14)

Nenhum comentário
Da redação

Foto © Fornecida por divulgação

O Cortejo Afro realizou mais uma edição do Ensaio, nesta segunda-feira (14), no Largo Quincas Berro D´Água – Pelourinho, às 21 horas, e recebe como convidadas Alinne Rosa e Larissa Luz.

Durante o show, que teve a direção artística de Alberto Pitta. A banda  agitou o público com o som de suas composições, mescladas a releituras de canções da MPB, do Pop e da batida percussiva, promovendo experiências estéticas inovadoras que vão unir dança, música e artes visuais em um mesmo espetáculo.

O projeto é uma realização da Entidade Cultural Cortejo Afro e conta com os apoios do Clube Correio e da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Cortejo Afro – Foi criado em 02 de julho de 1998, na comunidade de Pirajá. Sua origem dentro dos limites de um terreiro de candomblé, o Ilê Axé Oyá, sob a inspiração e orientação espiritual da Yalorixá Anizia da Rocha Pitta, Mãe Santinha, atesta toda a sua identidade, autenticidade e força. O Bloco foi idealizado pelo artista plástico Alberto Pitta, que há mais de 35 anos, desenvolve trabalhos ligados à estética e cultura africana. A entidade, envolvida com esta proposta, desenvolve trabalhos sociais junto à sua comunidade durante o ano inteiro.


Perigos escondidos na areia da praia

Nenhum comentário
Por Ana Paula Simões é Professora Instrutora da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e Mestre em Medicina, Ortopedia e Traumatologia e Especialista em Medicina e Cirurgia do Pé e Tornozelo na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. É Membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia; da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte; e da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte.

Foto © Fornecida por divulgação


Passar o dia na areia é um passatempo típico do verão. No entanto, pode haver mais perigos do que você imagina. Para lidar com a areia, as brincadeiras na água e o surfe, você deveria saber que além de pequenas conchas e queimaduras solares, é preciso conhecer os perigos potenciais para se manter seguro e fazer de suas férias uma experiência agradável e sem traumas.

De acordo com um estudo de 2007, a areia pode ser responsável por mais mortes na praia do que ataques do tubarão. As pessoas subestimam o quão rápido se formam os buracos na areia, fazendo áreas de redemoinho as quais podem engolir uma pessoa e causar afogamento. Normalmente, as vítimas ficam completamente submersas quando as paredes do buraco de areia inesperadamente entraram em colapso, como areia movediça, deixando praticamente nenhuma evidência do buraco ou localização da vítima.

Ao construir castelos de areia ou cavar buracos na praia, mantenha as crianças longe dos mesmos, principalmente se forem profundos ou mais altos do que a altura da cintura. O mesmo recomendamos para quando entrarem na água, isso serve para a sua segurança.

Bactérias como a Escherichia coli ( E. Coli) são um dos perigos da recreação à beira-mar. A E. coli é uma das principais espécies de bactérias que vivem no intestino inferior dos mamíferos, incluindo os seres humanos. Estirpes patogênicas de E. coli podem causar vômitos e diarreia. Essa bactéria pode prosperar bem na praia e até mesmo aprender a crescer e reproduzir na região. A bactéria é depositada na areia através do material fecal de muitos animais, incluindo cães, gatos e aves.

Enquanto E. coli é relativamente inofensiva (desconforto estomacal), pode ser um indicador de outros micróbios presentes na praia de contaminação fecal que pode revelar-se mais grave, como a salmonela. A contaminação ocorre frequentemente pela ingestão dos micróbios, portanto lavar as mãos depois de entrar em contato com a areia e antes de comer é fundamental.

Como sou ortopedista, preferi não entrar em detalhes sobre outras contaminações com parasitas na areia que ocorrem, como o famoso bicho geográfico.

Muitas pessoas acreditam que é com os tubarões que devemos nos preocupar na água, mas as maiores ameaças estão escondidas na areia. Alguns animais se enterram sob a areia em águas quentes e costeiras. Como tal, o animal pode ser difícil de ser visto por uma pessoa que pode acidentalmente pisar e irritá-lo.

As arraias têm uma barbatana pequena e venenosa no final da cauda. O veneno pode causar dor e irritação. Geralmente as picadas não são fatais a menos que uma pessoa seja alérgica à toxina.Bater os pés na areia e dar passos largos é uma maneira de alertar arraias e outros animais de seu avanço e dar-lhes tempo para nadar.

As medusas são encontradas em abundância no litoral. Algumas águas-vivas são geralmente inofensivas, mas muitas outras têm toxinas em seus tentáculos. Dependendo da espécie de água-viva, o contato com os tentáculos pode produzir uma queimadura leve e até uma reação neurológica grave. Isso ocorre dentro da água, mas muitas vezes elas estão no chão de areia.

Recomenda-se colocar vinagre ou soro fisiológico para aliviar a pele em caso de contato. Estas substâncias podem aliviar a toxina da água-viva e a queimadura na pele.

Como sou cirurgiã, atendo muitas pessoas que pisam em algum material cortante que necessitam de uma pequena cirurgia para ser removido, como cacos de vidro, latas e até pequenos pregos.

Existem alguns perfurantes da natureza, como espinhos e barbatanas os quais perfuram a pele e se instalam em regiões profundas como a musculatura do pé.

A única forma de se proteger e evitar que isso ocorra é sempre usar chinelos ou sandálias para andar, e se for correr na areia, use tênis, assim você se protege de qualquer corte ou perfuração.


O mar e a areia podem proporcionar maravilhosas férias de verão. Basta estar ciente do poder incrível da Mãe Natureza quando se aventurar na praia para que nada atrapalhe sua viagem!
© Todos os direitos reservados 2009 - 2018 - D`Anjos Web Service - De olho na mídia