O Jovem Fotógrafo da Nova Geração Arthur Leite - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot

 

O Jovem Fotógrafo da Nova Geração Arthur Leite

13 dezembro 2013

/ DE OLHO NA MÍDIA
Conhecimento e Experiência Adquirida ao longo de suas Viagens!
Fotógrafo da nova geração, bacana deSergipe.  Estudante do curso de Turismo da faculdade Estácio de Sá, O Super Arthur carrega em sua história uma grande bagagem de conhecimento e experiências pra lá de adquirida ao longo de suas viagens. Morou dois anos na maravilhosa Nova Zelândia, no Pacífico Sul, país onde teve a oportunidade de conhecer a Fotografia, o que lhe rendeu grandes histórias pelas 11 regiões que explorou. Só por aqui já dar para ver que vasta experiência o rapaz tem!




        Em 2010, Arthur regressou ao Brasil e vem se dedicando a fotografia documental e de natureza.



 

 

Em 2011, Arthur Leite venceu o concurso da Revista National Geographic Brasil http://viajeaqui.abril.com.br/materias/vencedor-2-sua-foto-novembro-2011 com a fotografia LAMBE SUJO, uma das principais manifestações riquíssimas folclóricas da nossa Grande Laranjeira. http://www.laranjeiras.se.gov.br/











Adicionar legenda

A sensibilidade com que registra suas fotografias vem ganhando muitos admiradores em todo o mundo, com imagens

belíssimas registradas na Nova Zelândia e pelos principais roteiros turísticos de Sergipe. Suas fotos sempre estão em evidência nos principais veículos de
comunicação do País.

Será que podemos dizer que as atividades turísticas se tornam cada vez mais forte e organizada n estado de Sergipe?


Um linha de plano com objetivos a preparar um estado com ações de mais impacto, na capital para o
desenvolvimento, e dando autonomia aos municípios de grande potencial turístico, e assim lavando projetos aos de mais. Em vista essas limitações, e com a falta desses planejamentos, Arthur leite nos contou dando sua opinião.


DE OLHO NA MÍDIA: O que poderia ser feito

 

ARTHUR LEITE:

O turismo em Sergipe poderia estar bem melhor, nos tempos atuais. Muitas oportunidades foram deixadas de lado, ao longo dos anos, para melhorar a qualidade do turismo no Estado.


Vamos começar pelo Litoral Sul. O principal atrativo para exploração turística, no litoral sul é Mangue Seco, na Bahia. Para alguns empresários e Governo é muito mais interessante explorar algo que já está construído, do que investir na revitalização da Praia do Saco. Hoje a praia do Saco, que já foi um dos principais roteiros de Sergipe e eleita uma das 100 praias mais belas do mundo, pela revista francesa Grands Voyageurs’.

 

DE OLHO NA MÍDIA: Com sua lente consegue vislumbra o quer nessa região

 

ARTHUR LEITE:
Quase que em total abandono. A cidade não tem estrutura nenhuma para receber turistas. Falta um bureau de informações, segurança, restaurantes, atendimento médico, ruas pavimentadas, saneamento e principalmente a auto-estima das pessoas quem moram na região.  Se você olhar bem a estrutura da praia do Saco, você verá que a cidade poderia ser bem aproveitada turisticamente, se tonando um dos principais pólos de receita para o Estado.


 DE OLHO  NA MÍDIA: A onde está a principal fonte turística do estado de Sergipe

 

ARTHUR LEITE:
A principal “Aracaju” fonte turística de Sergipe, aqui se encontram os principais hotéis, as principais agências que promovem o turismo receptivo, os principais restaurantes, enfim. O que falta em Aracaju é mão de obra
qualificada para atender a demanda, transporte público de qualidade, para evitar o caos da mobilidade urbana e visão empreendedora por parte do Governo.

 

DE OLHO NA MÍDIA:

Pra você quais os principais pontos turísticos de Aracaju

 

ARTHUR LEITE:
A marina da praia 13 de julho, já se o rio Sergipe entrasse num processo de revitalização, a vida voltaria àquela região. Imagine quantas atividades náuticas poderiam ser praticadas no rio Sergipe, eventos Nacionais e Internacionais, Turismo esportivo em alta, qualidade de vida para os Aracajuanos. Se olharmos Aracaju pelo alto,veremos uma cidade perfeita para explorar o Turismo. Linda, aconchegante, hospitaleira e com uma geografia perfeita para se tornar a melhor cidade para se fazer Turismo.

 

DE OLHO NA MÍDIA:

Qual a principal referência entre os municípios do estado de Sergipe

 

ARTHUR LEITE:

São Cristóvão é a nossa principal referência em arquitetura, quarta cidade mais antiga do Brasil, museus e a Praça São Francisco como patrimônio da humanidade. Essa é a imagem que vendemos de São Cristóvão para o mundo.

 

DE OLHO NA MÍDIA: Como você ver o aproveitamento turismo para essa cidade em todos os aspectos

 

ARTUR LEITE:
Na prática, o que poderia ser uma visita agradável para o turista, muitas vezes acaba sendo frustrada. Outro dia estive em São Cristóvão e procurei um bureau de informações turísticas, não encontrei. Então fui até o Museu de Arte
Sacra para pedir informações sobre os principais atrativos da cidade, a resposta foi bem criativa. “ Siga as torres das igrejas, que você terá uma referência” .



O museu Histórico de Sergipe, localizado em frente à Praça São Francisco é até interessante, mas o seu acervo é limitado e a grande surpresa do museu é a sala do artista Plástico, Horácio Hora. Quadros raríssimos expostos em uma sala sem climatização, o que força a entender que os curadores estão ou sem recurso para investir, ou sem a informação correta de preservação.


É normal encontrar alguns museus de portas fechadas, o que limita a visitação turística. O que falta em São Cristóvão é administração do seu Patrimônio, pessoas realmente capacitadas para empreender investimentos turísticos.

 

DE OLHO NA MÍDIA:

Laranjeira nos últimos anos esteve super em alta! Você acha que existe falta de estrutura na cidade para receber bem esses visitantes

 

ARTHUR LEITE:
Laranjeiras, a capital sergipana da Cultura é uma cidade maravilhosa, sua arquitetura colonial, suas manifestações folclóricas e os eventos que acontecem na cidade mostram que existem pessoas interessadas em explorar o Turismo
naquela região. Vale ressaltar o trabalho impecável que o atual secretário de Turismo de Laranjeiras, Irineu Fontes, desenvolve na cidade. Laranjeiras nunca esteve tão em alta como nos últimos anos.


Mas a falta de estrutura da cidade é um ponto bem negativo para o Turismo. Laranjeiras não tem uma pousada, não tem um restaurante, não tem segurança, o que limita a visitação em massa do turista. Fazendo uma comparação entre Laranjeiras, São Cristóvão e Piranhas (Alagoas), essa última apresenta uma enorme variedade de estruturas turísticas, o que faz da pequena cidade, a quarta mais visitada de Alagoas.

 

DE OLHO NA MÍDIA: Em resumo como você conseguiu vislumbrar o litoral norte do estado de Sergipe

 

ARTHUR LEITE:

O Litoral Norte do Estado é de uma beleza rara. O Pantanal de Pacatuba é uma das maiores áreas alagadas do Nordeste, a biodiversidade da região é muita rica,mas a estrutura da região é muito pobre, o que dificulta o acesso aos visitantes. A única estrada viável é por Pacatuba, mas no trecho que liga o povoado Lagoa Redonda, em Pirambu ao Pantanal é por uma estrada de barro, sem sinalização, sem iluminação e quando chove, somente carros com tração podem passar.



Se fosse construída uma estrada bem sinalizada ligando o Povoado Lagoa Redonda à Brejo grande, a exploração
turística seria bem melhor. A única opção para o turismo no litoral Norte é a Foz do São Francisco, mesmo assim, partindo de Brejo Grande, o ponto de parada do catamarã e outras embarcações, é na praia do Pontal do Peba, em Alagoas 
Pirambu, Lagoa Redonda, Jatobá, Praia da Costa são lugares lindos, mas somente para visitar por um dia. Pirambú não tem estrutura nenhuma para comportar turistas, embora tenha um posto do Projeto Tamar, o que chama bastante atenção nos roteiros de turismo, o roteiro para quem visita Pirambu deixa muito a desejar.

 

DE OLHO NA MÍDIA:

Depois da Novela Cordel Encantado, da rede globo. Você acha que a mídia influenciou no melhor aproveitamento do potencial turístico em xingó

 

ARTHUR LEITE:
Parece que todos os investimentos de turismo foram destinados a Xingó, que ficou bem valorizado depois da gravação da Novela. A estrutura receptiva de Xingó é um exemplo para todas as outras regiões de Sergipe. Não tenho o que
falar sobre aquela região. Xingó é principal destino turístico para quem visita Sergipe.

 

DE OLHO NA MÍDIA:

Arthur qual o melhor destino para a prática do Ecoturismo em Sergipe

 

ARTHUR LEITE:
Sergipe possui ótimas áreas para o ecoturismo, o Parque Nacional Serra de Itabaiana é 
o principal destino para esse segmento do turismo. São inúmeras trilhas, com cachoeiras, fauna e flora riquíssimas, o que faz da Serra, uma
grande aventura para quem gosta de estar em contato com a natureza. Mas diante de tanta opção, os órgãos responsáveis pela Administração do parque pouco investe na região.

 

DE OLHO NA MÍDIA:

Apurando, qual seu diagnostico a problemática dessa região e do setor turístico em geral

 

ARTHUR LEITE:
Diagnosticar os problemas da região é muito simples, como também encontrar as soluções, que são sempre deixadas de lado. Se as principais trilhas do parque tivessem uma estrutura, para receber turistas, como vias de acesso
sustentáveis, com foco de preservação, o parque receberia muito mais turistas que atualmente. Isso movimentaria a economia da região e levaria oportunidades de trabalho para a população das cidades quem fazem fronteiras com Serra de Itabaiana 
Para solucionar os problemas do setor turístico em Sergipe é necessário a contratação de consultores, turismólogos, engenheiros ambientais, Administradores competentes que assumissem suas

responsabilidades com o setor e que possam auxiliar o Governo da reestruturação dos principais atrativos.  Conheça mais uns dos inúmeros trabalhos fotográficos do Arthur Leite.


O profissionalismo do Arthur Leite no Facebook: https://www.facebook.com/arthur.leite.33/photos_stream


 
© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA