Vitória para o professor na ação movida por um aluno - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot

 

Vitória para o professor na ação movida por um aluno

04 junho 2014

/ DE OLHO NA MÍDIA

Odilon Oliveira Neto, 43 anos, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Amintas Leopoldino Ramos, localizada na Vila de Samambaia, em Tobias Barreto (SE), teve vitória na ação movida por um aluno, concedida pelo Juiz Elieser Siqueira de Souza Junior, da 1ª Vara Cível e Criminal do município, que julgou improcedente a acusação de um aluno contra o docente, que leciona ciências.


Thiago Anderson Souza, representado por sua mãe Silenilma Eunide Reis, acusou e processou por dano moral o professor que supostamente havia tomado o celular dele, em sala de aula. Segundo a defesa do estudante, ele teria utilizado o celular para olhar as horas e, ao ter o celular tomado, passou por "sentimento de impotência, revolta, além de um enorme desgaste físico e emocional".




[caption id="attachment_3033" align="alignleft" width="300"]Sem títu Foto: Reprodução / Odilon Oliveira[/caption]

O juiz não acreditou na versão apresentada pelo aluno e julgou improcedente a acusação. "Vemos que os elementos colhidos apontam para o fato de que o Autor não foi 'ver a hora'.


O mesmo admitiu que o celular se encontrava com os fones de ouvido plugados e que, no momento em que o professor tomou o referido aparelho, desconectou os fones e... começou a tocar música".


De acordo com testemunhas, o estudante já foi flagrado em outras ocasiões utilizando fone de ouvido em sala de aula.

© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA