Profissão modelo - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot


Profissão modelo

29 julho 2014

/ DE OLHO NA MÍDIA

De quem é o sonho?


mickEngenheiro, médico, advogado, modelo... Dentre tantas opções, é normal que haja dúvidas no momento de decidir qual carreira seguir. Além da vocação, é necessário pesquisar as condições de mercado para a profissão escolhida.


Uma profissão saturada ou pouco valorizada, mesmo que seja a dos sonhos, muitas vezes é deixada de lado por não propiciar condições de sobrevivência em seu exercício.


Mas e quando os pais resolvem decidir qual a profissão que os filhos devem seguir? Isto é mais comum do que parece, seja por autoconfirmação, “se eu não pude ser então meu filho será”, ou por serem profissionais de alguma área e acreditarem que seus filhos serão beneficiados se seguirem a mesma profissão.


Nem sempre esta decisão é feita de forma participativa e em muitos casos, ultrapassam o limite da sugestão e entram no campo da imposição. Sugerir o que é melhor para seus filhos está longe de decidir por eles, principalmente, quando se trata de algo que pode ser por uma vida inteira. Não é diferente, quando pais decidem que seu filho ou filha será modelo, principalmente, porque esta decisão ocorre quando a criança tem entre 5 e 6 anos de idade.


Levados pelo glamour das passarelas, pelo dinheiro e pela fama, deixam de observar o principal: Será que a criança tem vocação para ser modelo? Ser bonita e fotogênica são apenas alguns dos muitos quesitos exigidos para quem pretende ingressar nesta profissão. Talento e vocação são coisas distintas e distantes.


Se para um jovem, a escolha da carreira já é uma decisão muitas vezes difícil, o que dizer para uma criança? O que a princípio é visto mais como uma diversão, no futuro, poderá causar vários problemas psicológicos, às vezes bastante traumatizantes. Ter que se manter dentro de determinados padrões de beleza não está definitivamente, no universo infantil.


Deixar de comer algumas guloseimas como seus amiguinhos fazem, foge da compreensão de uma criança nesta idade. Por outro lado, de que adianta a fama e o dinheiro se não é feliz com o que faz?


ggTexto por: Seiji Hiratsuka


© Todos os direitos reservados 2009 - 2018 - D`Anjos Web Service - De olho na mídia / Mk Designer