Família Marinho - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot


Família Marinho

08 agosto 2014

/ DE OLHO NA MÍDIA


Fala-se muito mal da família Marinho, não sem motivo, aliás. Mas, é preciso reconhecer que, no meio dos demais donos de "grandes" meios de comunicação no Brasil, eles são de uma competência impressionante. E reconhecer a diferença entre o mangue dos demais e a Globo é obrigação de todo aquele que deseja democratizar a comunicação no Brasil e sabe que terá que trombar com a Globo pra isso.


No momento, uma das preocupações da família é preparar a sucessão para a quarta geração dos Marinho, depois de Irineu, Roberto e dos três filhos de Roberto que atualmente administram a empresa.



Para isso criaram uma espécie de tutoria dos netos de Roberto Marinho.


[caption id="attachment_3729" align="alignleft" width="300"]Foto: Divulgação / José Roberto, Roberto Irineu e João Roberto: que em 2013  voltaram à lista dos bilionários da Forbes Foto: Divulgação / José Roberto, Roberto Irineu e João Roberto: que em 2013 voltaram à lista dos bilionários da Forbes[/caption]


Eles só podem entrar na empresa, como estagiários, quando estiverem nos períodos finais da faculdade.


Depois de formados, poderão trabalhar na Globo, mas não em cargos de chefia. Para isso, precisarão fazer um MBA no estrangeiro e passar pelo menos 1 ano trabalhando em um grande grupo de mídia estrangeiro.


Aí poderão entrar em cargos de gerência menores e ficarão por algum tempo circulando pelas diversas empresas do grupo.


Até o momento, nenhum dos netos de Roberto Marinho chegou aos altos escalões da Globo.


Vale lembrar que a Globopar é uma sociedade anônima de capital fechado, totalmente controlada pela família.


Texto por: Abrahão Crispim Filho

© Todos os direitos reservados 2009 - 2018 - D`Anjos Web Service - De olho na mídia / Mk Designer