Fatos históricos esconde o que interessa e exalta o que não deve - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot

 

Fatos históricos esconde o que interessa e exalta o que não deve

22 abril 2015

/ DE OLHO NA MÍDIA



Todas as mudanças importantes da história do Brasil, como fim da escravidão, Inconfidência Mineira, proclamação da República foram incentivadas pela Inglaterra. Eu não morro de amores por determinados personagens da história, pois ela na maioria da vezes é instrumento de alienação e falsificação dos fatos históricos, esconde o que interessa e exalta o que não deve.


Quando eu era pequeno, minha professora mandava desenhar o Marechal Deodoro, o Tiradentes, a Princesa Isabel, o Borga Gato, como personagens heroicos, entretanto uma análise mais superficial desses personagens nos leva a interpretar os fatos de outra maneira. Como por exemplo:


1. Marechal Deodoro, liderou um golpe militar para derrubar a monarquia e implantar a República, que depois virou República do café com leite, onde São Paulo e Minas se revezam no poder central.


2. Tiradentes, era um alferes do exército, que nas horas vagas dada uma de dentista, arrancando dentes do povo pobre.A Inconfidência Mineira, financiada pela Inglaterra e com ajuda da maçonaria, instiga a classe média e as elites locais contra a Monarquia, pois não queriam pagar os impostos exorbitantes a coroa. Com isso a Inglaterra que queria vender seus produtos ao Brasil sem a interferência de Portugal e também desejava criar um mercado interno e isso não poderia ser feito, com escravidão e monarquia, lutou atrás dos bastidores, para insuflar um sentimento nacional, ati-escravista e anti-monarquista através dos jornais.


3. O que dizer do sanguinário Borga Gato? Um matador de índios.


4. A Princesa Izabel pressionada pela Inglaterra, aprovou a libertação dos escravos, pois era necessário criar uma mão-de-obra assalariada para que houvesse comércio e de preferência uma mão-de-obra branca e europeia. Conclusão esses personagens nada mais foram que marionetes do sistema, trocaram o colonialismo português pelo inglês, puseram o país na rota do capitalismo e nesse sentido foram bem vitoriosos. Daí ficar exaltando esses falsos heróis como líderes do povo vai uma distância imensa.

PorAbrahão Crispim Filho

© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA