Futebol é um esporte que desperta paixões - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot

 

Futebol é um esporte que desperta paixões

08 junho 2015

/ DE OLHO NA MÍDIA
 
E tanto podem cegar, como podem ser conter nos limites da normalidade, embora isso seja difícil num esporte de massas. Como a maior parte dos brasileiros gosto de futebol. Não tenho, por gostar, aquele negócio de ser anti clube. Ou seja, tenho o meu e torço por ele, não torço contra nenhum.


É evidente que como torcedor e filho de um botafoguense emérito, afilhado de outro, benemérito do clube, embora seja torcedor do Fluminense, me regozijo com o desmanche da corrupção na FIFA, na CBF e entre outras áreas do esporte.


Vejo a intromissão do EUA na história, como guerra de quadrilhas, mas percebo que desfecha um processo fundamental. É preciso, no entanto, ser levado a sério e às últimas consequências. Por exemplo. Zico diz que quer ser presidente da FIFA. Aí é trocar seis por meia dúzia. Zico é um Pelé contido. Um grande jogador de futebol, mas nunca o super craque que a mídia criou. E fala pouco porque sabe que não tem o que falar.


Se beneficiou na gestão de Ricardo Teixeira em várias oportunidades. É uma candidatura piada. Quem já o viu e ouviu como comentarista vai entender o que estou dizendo. Leva, pelo menos, vinte minutos para entender um lance.


Por: Abrahão Crispim Filho

 
© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA