Líderes de bancada afirma ser contra o afastamento de Eduardo Cunha da presidência da Câmara - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot

 

Líderes de bancada afirma ser contra o afastamento de Eduardo Cunha da presidência da Câmara

03 agosto 2015

/ DE OLHO NA MÍDIA
[caption id="attachment_7051" align="alignleft" width="299"]Divulgação Divulgação[/caption]

A maioria dos deputados federais, através dos líderes de bancada, afirma ser contra o afastamento de Eduardo Cunha da presidência da Câmara, caso venha a se transformar em réu. É acusado de receber propinas, de intimidar testemunhas. Segundo esses líderes, até que haja trânsito em julgado de uma eventual condenação, ou seja, não caibam mais recursos, Cunha, em tese, é inocente. Seu afastamento significaria um julgamento prévio e estaria cerceado seu direito de defesa. São 21 os parlamentares na situação de Cunha. É interessante, mas não surpreendente, que a bancada do PSDB não opine, nem sim, nem não.


Mais ou menos como Orestes Quércia dizia. "Se um tucano entrar num banheiro muito apertado e forem dois os vasos sanitários, faz na roupa, pois não decide a tempo". E não é bem a tempo, mas não decidir é opção tucana para sair fora do que possa lhe prejudicar. O pré-sal, por exemplo, já decidiram, querem entregar. E há um outro aspecto nisso aí. O então deputado José Dirceu foi cassado com o argumento que o fato era político e independia de decisão do Judiciário. Teve, óbvio, seu direito de defesa cerceado.


Muitos dos atuais deputados exerciam mandatos à época. Hoje, por conveniência, pensam diferente. Como classificá-los? Pulhas. Nada além de pulhas. E, aliás, políticos hoje nem cumprem decisões do Judiciário, dependendo do partido a que pertençam. É o caso do próprio Cunha e do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin , que até hoje não pagou o que o Judiciário mandou que pagasse, os dias de greve dos professores. E nem por isso é hostilizado. E a lei é simples, é caso de intervenção federal. Já o impedimento de Dilma...


Por: Abrahão Crispim Filho


© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA