Pablo Escobar - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot

 

Pablo Escobar

01 setembro 2015

/ DE OLHO NA MÍDIA
 

Exibida na Colômbia e em vários países da América Latina, recentemente no Brasil (está sendo reprisada) a série sobre Pablo Escobar, além de alcançar altos índices de audiência (tevê fechada), provocou reações de setores vários contra o que chamaram de "endeusamento do traficante". Várias outras séries estão sendo produzidas, uma pela GLOBO inclusive, bem como um filme sobre Pablo, com Benício Del Toro, que personificou Chê Guevara no cinema, saindo do papel.Era financiado por Pablo e é ligado ao tráfico até hoje. O exército colombiano não existe. Um bando de fardados a serviço dos EUA


Quem conhece a Colômbia sabe que é comum, principalmente em Medelin, encontrar pequenos altares em casas da população mais pobre, com a foto de Pablo ao lado da imagem de Cristo. Juan, o filho de Pablo esteve recentemente no Brasil e disse - "o melhor pai do mundo, o pior criminoso do mundo". Não sei se Pablo foi pior que George Bush, ou pior que Benjamin Netanhyahu. Ou que um, todos, os banqueiros do mundo, sionistas. As elites colombianas são podres, atrasadas e perversas. Álvaro Uribe se valeu de Pablo até decolar suas campanhas eleitorais. Usava o avião de Pablo no início de sua carreira.


Era financiado por Pablo e é ligado ao tráfico até hoje. O exército colombiano não existe. Um bando de fardados a serviço dos EUA. O grande temor dessas elites à época que Pablo era vivo e poderoso, era que, deputado, pudesse aspirar a presidência do país e Pablo queria. Leu Marx, leu Gramsci, leu Lenine. Conheci e bem Pablo. E não misturo amizade com negócios. Vou fazer uma afirmação um tanto temerária. Por pior criminoso que tenha sido, Pablo é e será sempre melhor que qualquer integrante da elite colombiana.


Em hipótese alguma venderia seu país. A elite da Colômbia vendeu. E o medo de exibir a série feita por colombianos em teve aberta é, exatamente, o transformar Pablo, a uma grande massa de telespectadores, em herói, como na Colômbia. Foto: Divulgação


Por: Abrahão Crispim Filho

© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA