Mário Brito é considerado como o guardião da arte sergipana - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot

 

Mário Brito é considerado como o guardião da arte sergipana

21 outubro 2015

/ DE OLHO NA MÍDIA
Da redação por: Geo D`Anjos

[caption id="attachment_7976" align="alignleft" width="300"]Foto: facebook Foto: facebook[/caption]

Mario Brito é considerado como o guardião da arte sergipana. Formado em Direito pela Universidade Federal do Sergipe, sua atuação profissional se dá enquanto Procurador da Procuradoria Geral do Estado de Sergipe. Como um bom apreciador de arte, Mário Brito possui um acervo de obras de artes de relevância inestimável, não só para a cultura de Sergipe como também para a cultura do país.

Ciente das dificuldades que artistas e curadores de arte enfrentam no levantamento de verba e apoio - seja da iniciativa pública ou privada - para a realização de mostras e exposições, Mario Brito teve várias iniciativas no sentido de divulgar o trabalho de artistas nacionais. Uma dessas iniciativas resultou no livro "Coleção Mario Brito", o qual o principal objetivo é compartilhar seu acervo artístico com a sociedade em geral. A obra editorial, que abarca mais de 200 anos de história da arte regional, contempla obras e biografia de 50 artistas.

Em uma investida de divulgação artística mais recente e sempre consciente que a arte é capaz não só de educar, mas também de revelar e, principalmente, preservar a cultura de um estado surpreendentemente criativo como Sergipe e, mais amplamente, uma região igualmente rica como o Nordeste, Mario Brito em parceria com a não menos entusiasta por arte Irene Santino, realiza a curadoria da exposição "O Olhar - Pinturas de Adilson Santos", que conta com o apoio da Procuradoria Geral do Estado de Sergipe.

A mostra conta com 40 quadros em óleo sobre tela do artista baiano, sendo que o visitante é convidado a fazer um passeio temporal pela trajetória artística de Adilson Santos, sem contudo precisar fixar um passado e um presente. Aqueles que já foram visitar a mostra percebem que as mulheres estão presentes em quase todas as telas em exposição e isso não é à toa: segundo Mário Brito, "o olhar" do título da exposição se refere justamente ao olhar da mulher sobre o seu cotidiano.

A exposição, aberta para o público em geral desde 15 de outubro, está aberta à visitação até o dia 20 de novembro, de segundas e sextas-feiras, das 09h às 18h, no Espaço Semear, Rua Vila Cristina.

© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA