Modernas repúblicas: pesos e contrapesos - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot

 

Modernas repúblicas: pesos e contrapesos

14 dezembro 2015

/ DE OLHO NA MÍDIA

Texto Por: Abrahão Crispim Filho


Pesos e contrapesos, democracia representativa, divisão de poderes e outras características das modernas repúblicas são invenções muito recentes na história da humanidade. Em geral surgiram de teóricos ingleses e escoceses e depois foram aperfeiçoadas no grande laboratório da revolução americana.


Mas, o curioso é que viraram sinônimos de democracia. Como se não houvesse outro modelo possível de democracia. Questionar esses princípios seria o mesmo que questionar a própria ideia de democracia. Mesmo agora, quando a Internet permite repensar toda a ideia de representatividade, continuamos presos a um modelo construído entre os séculos XVII e XIX.


No mundo todo, das democracias incompletas dos países periféricos às maduras democracias burguesas do chamado primeiro mundo, a representatividade na política agonia a céu aberto. Ninguém mais acredita nela, embora não se atreva a sepultar o cadáver, com medo de abrir brechas para futuros regimes autoritários. Assim, no mundo todo, em maior ou menor grau, de formas diferentes, todos vivemos os estertores da democracia representativa que se encena cada vez mais como farsa.






© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA