Brasil: também temos coisas boas - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot

 

Brasil: também temos coisas boas

25 janeiro 2016

/ DE OLHO NA MÍDIA

Texto por: Abrahão Crispim Filho


Nós últimos 10-15 anos o Brasil vive um excelente momento nas suas traduções. Aumenta o número de traduções diretas, que não precisam passar por outras traduções em inglês ou francês. Destaque coletivo para a literatura russa, na 34 e na Cosac e Naify, para a obra de Marx, na Boitempo, e para a literatura chinesa, japonesa e coreana, na Estação Liberdade. Além de jóias raras como as Mil e Uma Noites direto do árabe.


Há, inclusive, um site bem interessante que há anos se dedica a denunciar o plágio nas traduções. Acabo de comprar Fedon, Fedro e O Banquete em traduções diretas do grego arcaico (pela editora da UFPA) e A Última Tentação de Cristo direto do grego moderno. Vida longa a esse movimento.






© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA