Calendário: eu não creio em mudanças de datas - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot

 

Calendário: eu não creio em mudanças de datas

11 janeiro 2016

/ DE OLHO NA MÍDIA
Texto por: Abrahão Crispim Filho

Calendário
Eu não creio em mudanças de datas. Temos um calendário e esse calendário regula nosso tempo, que transcende a isso. É nesse calendário que nos organizamos minimamente. Mas, acordamos do mesmo jeito no dia primeiro de janeiro, talvez exceto pela ressaca da do dia trinta e um de dezembro. Os desafios de 2015 permanecem, como os desafios da História. Como os anos anteriores. De qualquer forma espero que as cargas sejam mais leves para todos os meus amigos, para todos nós.


Para cada afegão que vai passar o ano debaixo de bombas, para cada palestino perseguido pelo terrorismo sionista/evangélico, para os refugiados sírios que fogem de suas casas porque Israel e os EUA querem o petróleo, o gás e gente pouco importa a esses terroristas. Par os líbios destruídos pela insânia do terror capitalista, enfim, nada disso vai mudar e muito menos aqui os Cunhas, os Aécios, os Moros, os Gilmar. Que nessa mudança de datas estejamos sim, preparados para enfrentar e lutar por nossos direitos e liberdades.


E saludo aos irmão argentinos, vitimas do engodo de uma vocação de ditador. O peso de 2016 talvez seja maior que o de 2015 e devemos estar preparados para isso, os que amamos a paz, a liberdade, os que queremos a mudança desse modelo perverso. O que há é luta de classes e para ela é que devemos estar atentos e preparados.






© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA