Tv Privado: graças à legislação e à regulamentação da renúncia fiscal - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot

 

Tv Privado: graças à legislação e à regulamentação da renúncia fiscal

22 janeiro 2016

/ DE OLHO NA MÍDIA
Texto por: Abrahão Crispim Filho

TV PRIVADO
No Brasil, graças à legislação e à regulamentação da renúncia fiscal, um canal de TV PRIVADO (Globo, HBO, etc) que aporte recursos PÚBLICOS na produção de uma série de TV, ganha o direito de exibi-la de GRAÇA por cinco anos, cabendo renovações.


Até onde eu sei, NENHUMA dessas séries brasileiras foi vendida para o mercado internacional.
Ou seja, cada capítulo gera ZERO reais para a produtora, que vive do orçamento de produção, da inserção de merchandising e de eventuais trocados que pingam aqui e ali.


Pois, matéria de hoje do The Wall Street Journal revela que, para reexibição de séries de sucesso, cada capítulo pode chegar a render até US$ 6 milhões apenas no mercado internacional de vídeo por demanda (não incluída a TV).
É óbvio que não dá para concorrer com Hollywood. Mas, quando o seu valor de mercado é zero, não dá nem para pensar em alternativas e em outros modelos de negócio. Você está dando algo que os outros vendem. Você, portanto, não é um concorrente de ninguém.






© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA