Santa Lúcia, a “Helena de Tróia do Caribe”! - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot


Santa Lúcia, a “Helena de Tróia do Caribe”!

22 abril 2016

/ DE OLHO NA MÍDIA
Por: Thiago de Menezes / thiagoturismo@deolhonamidia.com

Santa Lucia MAPA da ilhaApertadas entre o mar do Caribe e o Atlântico, estão localizadas cinco pequenas e belas ilhas paradisíacas – Barbados, Grenada, Santa Lúcia, St. Kitts & Nevis e Trinidad e Tobago –, cujas populações somadas, por exemplo, não alcançam o número de habitantes de Belo Horizonte. Em minhas colunas de Turismo em jornais, revistas e site, sempre dou a dica a casais para se programarem a fim de curtir esse pedaço romântico do Caribe, mais precisamente partindo de St. Martin e "descendo" para St. Barth, St. Kitts & Nevis, Antigua, Guadaloupe, Dominica, Martinique, Santa Lucia, St. Vincent e por fim Barbados.


Fico muito feliz de ler tanta coisa boa sobre Santa Lúcia nos últimos anos em meus estudos sobre turismo e história. A vida insular sempre me interessou bastante e Santa Lúcia para mim tornou-se o destino mais viável, pela sua beleza natural e romantismo perene. Afinal, para os casais, essa mistura de verde e mar pode ser o cenário perfeito para a lua de mel dos sonhos.


SANTA LUCIA 2Santa Lúcia é um país insular das Pequenas Antilhas, no Caribe, próximo à Martinica, São Vicente e Granadinas e Barbados. O topônimo Santa Lúcia foi dado à ilha por Cristóvão Colombo em homenagem à santa do dia, quando aí aportou em 13 de dezembro de 1502. Os habitantes de Santa Lúcia são santa-lucenses ou santa-lucienses, não havendo o gentílico no feminino do plural nem do singular, portanto este adjetivo pátrio é neutro nas duas flexões gramaticais de gênero e número.


 Entre os cenários mais belos, conhecidos e admirados da Ilha estão Gros Pitton e Petit Piton, que são montanhas de origem vulcânica (como as suas vizinhas) que a natureza construiu lado a lado, como súbita interrupção na paisagem litorânea. Eles têm quase a mesma altura, 798 metros e 750 metros respectivamente, e a mesma idade: 40 milhões de anos. Todos dizem que vê-los à beira-mar já é lindo o bastante. Mas nem de longe esse prazer se assemelha a subir ao cume, de onde se vê toda a extensão da ilha. Os dois picos são ligados por um entremeio, o Piton Mitan.


Também conhecida como a “Helena de Tróia do Caribe”, Santa Lúcia já trocou de bandeira e administração entre a França e a Inglaterra 14 vezes! Antes dos franceses aportarem em “suas” novas terras, os indígenas caribes também já haviam expulsado os arawaks, que já habitavam a ilha há mais de 2 mil anos. Essas trocas todas fizeram de Santa Lúcia uma mescla especial, adicionando ainda nesse universo cultural a força e o ritmo dos africanos trazidos para trabalhar nas plantações de cana de açúcar. Embora inglês seja o idioma oficial, o Patois (leia-se “pátoa”), ou “french creole” é falado por 95% da população. No mapa do país cidades e marcos geográficos possuem nomes franceses, pronunciados com sotaque inglês “apatoado”.


SANTA LUCIA 3Um bom tempo atrás, me lembro de noticiários dizendo que a cantora Amy Winehouse passou meses em Santa Lúcia. Isso me fez imaginar, num primeiro momento, uma ilha repleta de bares e boates. De fato, há efervescente vida noturna por lá. Mas, sabemos que a cantora, porém, foi em busca de descanso e beleza. Achou Santa Lúcia tem, segundo muitos, a vista mais linda do Caribe. E esse terraço natural são os picos Gros Piton e Petit Piton. Além da natureza exuberante, a ilha é famosa pela charmosa capital Castries e alguns dos melhores hotéis do planeta. E Justin Bieber trocou carícias com Selena Gomez em St. Lucia em fotos que invadiram o mundo em dezembro de 2010. Um brinde à escolha de Amy e de Justin! Afinal, estão na Ilha hospedagens que são consideradas das melhores do mundo, eleitas pela revista Condé Nast Traveler. Há o Hotel Ladera Resort, nas cercanias de Soufrière, que só tem 25 suítes, entre a mata e o mar, mais a pousada Anse Chastanete a Jade Mountain Resort, todas próximas à maior atração da ilha: os picos Piton — onde ficam os famosos terraços para curtir o pôr-do-sol.


SANTA LUCIA 1Em sua história sabemos que os índios taínos foram os primeiros a povoar a ilha de Santa Lúcia a partir do século III, mas os caribes substituíram-nos mais tarde. A descoberta européia da ilha é relativamente vaga, e os primeiros europeus devem ter chegado à ilha entre o final do século XV e o princípio do século XVI. Foi provavelmente descoberta por volta de 1500, pelo explorador espanhol Juan de la Cosa. Depois de algumas tentativas falhadas de colonização, os franceses e os britânicos lutaram pela ilha e pelo seu belo porto natural de Castries ao longo dos séculos XVII e XVIII. Nesse período, a ilha mudou de mãos quatorze vezes, até que os britânicos passaram finalmente a controlá-la em 1814. A ilha foi uma província da Federação das Índias Ocidentais entre 1958 e 1962 e foi-lhe depois atribuído o autogoverno em 1967 e a independência em 1979.


Como chegar lá? Desde meados de 2012 está sendo possível chegar a Santa Lucia saindo de Belém do Pará em voos da AIR CARAIBES. O trecho faz Belém - Guiana Francesa - Martinica - Guadalupe. De lá da pra fazer ponte para ST Lucia, ST Martin, St Barth ou Cuba. Pelo que pesquisei, sai mais barato do que voar pela COPA ou fazer conexão em Miami. Sobre essa opção tem um "porém" a Guiana Francesa exige visto de brasileiro, então se o cidadão estiver em transito e o voo não for de conexão imediata ou dentro do mesmo terminal, o mesmo terá que tirar o visto de transito... Daí pode dar certo ou não se o voo for cancelado ou entrar em manutenção, por exemplo. Outra alternativa é embarcar por uma linha doméstica a partir de Barbados, cuja passagem de ida e volta para uma das outras ilhas custava, em média, US$ 500.


Santa LuciaÉ o mesmo preço dos bilhetes de ida e volta de Guarulhos para Barbados, o que faz com que o custo do transporte seja dobrado para quem embarca do Brasil. Sabemos que melhorar as condições de acesso a essas ilhas é uma das prioridades das embaixadas brasileiras localizadas no Caribe. Elas tentam, junto com os governos locais e com as empresas aéreas, repetir um acordo fechado com Barbados. Desde meados de 2006, durante o segundo mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, um plano de ampliação das relações diplomáticas colocou as ilhas caribenhas como prioridade, o que também aconteceu com o continente africano, no início dos anos 2000.


No Brasil ainda não existe Consulado ou representação diplomática de Santa Lucia, entretanto, já houve algumas tentativas, sendo que numa delas, a Juíza e empreendedora cultural, Isis Penido, quase se sagrou Cônsul Honorária. Porém não temos cônsules honorários, nem gerais, da grande maioria dos países do Caribe. Entretanto, uma das fomentações para as relações de nosso país com a Ilha está na criação recente de uma Câmara de Comércio, Indústria e Turismo Brasil & Santa Lúcia, que poderá impulsionar esse intercâmbio, que há muito é comandado pela unidade brasileira da CARICOM, a Câmara de Comércio para unir os países caribenhos e fomentar suas Câmaras, representações, e, acima de tudo, seus Consulados. Existe a Embaixada do Brasil em Castries, que é a missão diplomática brasileira de Santa Lúcia.


A missão diplomática se encontra no seguinte endereço: 1 Bella Rosa Road - 3rd. floor, Castries, Santa Lúcia. O atual Embaixador do Brasil em Castries, ministro Sergio Elias Couri, assumiu a representação do Brasil junto a Santa Lúcia em 6 de agosto de 2014. Anteriormente ele atuou como Cônsul Geral em Mendoza, República Argentina, e chefe do Escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores no Paraná (Erepar). O antigo Embaixador de Santa Lúcia, Joaquim Augusto Whitaker Salles, que atuou como ministro de segunda classe do quadro especial do Ministério das Relações Exteriores e que está no ministério desde 1970, também ocupou os cargos de cônsul-adjunto no Consulado Geral em Los Angeles, nos Estados Unidos; conselheiro em missão junto à ONU; cônsul-geral em Hamburgo, na Alemanha; embaixador em Nairóbi, no Quênia; e cônsul-geral na Cidade do Cabo, na África do Sul.


Em United Kingdom há a Saint Lucia High Commission, sediada em London enquanto que em Paris, na UNESCO há um Ambassador & Permanent Delegate of St. Lucia to UNESCO. Há, pelo mundo, algumas representações diplomáticas da Ilha como o Consulado Geral de Saint Lucia no Canadá, que fica em Toronto, Ontario existente desde outubro de 1999; assim como nos EUA onde atuam, além de um Embaixador, dois Cônsules, sendo um em New York e outro em Miami. Na Martinique temos a atuação de um Consul General De Ste Lucie que dá expediente no St. Lucia Consulate em Fort de France. Entretanto, há alguns Cônsules Honorários de Santa Lúcia espalhados mundo afora, atuantes em países como Cyprus (lugar bem representado no Brasil, aliás), Monaco, Itália, India, Montenegro, entre outros lugares como St. Croix, Los Angeles & Honolulu mais alguns países pertencentes ao grupo unido pela CARICOM, como Dominican Republic, Jamaica, Haiti, Puerto Rico, Barbados e Guyana.


Em homenagem à minha admiração pela Ilha, a bandeira de Santa Lúcia está na capa de meu livro “Breve esboço Consular Honorário e Diplomático”, lançamento do Selo Editorial da FALASP – Federação das Academias de Letras e Artes do Estado de São Paulo. Enfim, visitar e conhecer os encantos de Santa Lúcia, cujo fluxo de comércio bilateral com o Brasil aumentou significativamente devido ao petróleo, é mais que uma aventura bem vinda!


Thiago de Menezes, escritor e jornalista de turismo, é membro da ACOMBRAS – Associação dos Cônsules no Brasil e Diretor Cultural da CARICOM - Rio de Janeiro, entidade que objetiva promover a integração e o desenvolvimento econômico de seus membros, sendo integrada por 14 países: Antígua e Barbuda, Bahamas, Barbados, Belize, Dominica, Granada, Guiana, Haiti, Jamaica, Santa Lúcia, São Cristóvão e Névis, São Vicente e Granadinas, Suriname e Trinidad e Tobago, além de Montserrat, que é domínio britânico. Também é composta pelos seguintes territórios membros associados: Anguilla, Bermuda, Ilhas Virgens Britânicas, Ilhas Caiman e Ilhas Turks e Caicos. Contato: menezes.turismo@gmail.com


FOTOS: DIVULGAÇÃO






© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA