Muito além do tchauzinho de Miss - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot


Muito além do tchauzinho de Miss

23 maio 2016

/ DE OLHO NA MÍDIA
Da redação

[caption id="attachment_12243" align="alignleft" width="300"]Miss 1 © Fornecida por Renato Cipriano[/caption]

O Teatro Maestro Eleazar de Carvalho, situado em Itu, foi palco do concurso Miss Brasil Intercontinental 2016. A cidade recebeu  no dia, 19 de maio, às 27 candidatas que disputarão a coroa e o direito de ser representante do país em um dos mais tradicionais concursos de beleza do mundo: o Miss Intercontinental. A final aconteceu nesse sábado, 21.



            Muito além do tchauzinho de Miss


Neste ano, o Miss Brasil Intercontinental terá como lema o Empoderamento Feminino.


Segundo os organizadores, os concursos de beleza ainda são vistos como inutilidade e as misses, tachadas como mulheres burras e fúteis.




[caption id="attachment_12234" align="alignright" width="300"]Míss capa © Fornecida por Renato Cipriano[/caption]

Miss não é profissão e sim representatividade, antes de serem misses, elas são estudantes, empresárias, médicas, balconistas, professoras, e assim como muitas mulheres, também lutam por autonomia, igualdade e respeito.


A proposta da edição de 2016 é valorizar não só as misses, mas as mulheres por trás da faixa e da coroa, empoderando-as, oferecendo subsídios para que estas possam empoderar outras mulheres, e principalmente, refutando a ideia de que concursos de beleza têm como objetivo reforçar estereótipos. Apenas uma das 27 candidatas representará o Brasil no Miss Intercontinental 2016, mas a intenção é que as candidatas possam empoderar outras mulheres, e assim sucessivamente.





© Todos os direitos reservados 2009 - 2018 - D`Anjos Web Service - De olho na mídia / Mk Designer