Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira apresenta exposição ‘Um copo d'água para navegar II’ - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot


Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira apresenta exposição ‘Um copo d'água para navegar II’

13 junho 2016

/ DE OLHO NA MÍDIA

Da redação




[caption id="attachment_12507" align="alignleft" width="455"]Graça Ramos_Tela 1 © Fornecida por divulgação[/caption]


Um copo d'água para navegar” é tema da exposição da artista plástica Graça Ramos, que será aberta no Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira (Muncab), no próximo dia 15 de junho, às 19h. A mostra que tem a curadoria da produtora Lita Limley, apresenta 30 obras, entre tinta acrílica sobre tela, técnica mista, desenhos e instalações, com memórias retratadas da infância da artista em Feira de Santana onde brincava de soltar barquinhos de papel nas poças de água, nas bacias de alumínio, em copos d’ água...




[caption id="attachment_12508" align="alignright" width="400"]Graça Ramos_Tela 2 © Fornecida por divulgação[/caption]

Conforme destaca a curadora da exposição, Graça Ramos apresenta com sua arte contemporânea o rasgar das velas, tecendo os lemes, costurando rendas rebordando o passado, e trazendo no subconsciente do espectador a chegada das Naus em nossa terraBrasilis”. “A artista, irreverente e ousada na sua paleta e em seu processo criativo, demonstra a força do conhecimento técnico de suas pesquisas e o fascínio dadivoso da sua própria existência e modo de ser.  Podemos reconhecer sua trajetória artística, seus próprios caminhos e experiências  em cada obra apresentada nesta exposição que convida o fruidor a navegar em um copo d’água para descobrir seus próprios caminhos... Naveguemos, portanto, nesta Nau Contemporânea!”.


Com visitação até 15 de agosto, a proposta da artista é fazer com que o público viaje nos caminhos percorridos desde a sua infância... “A chuva fazia folia em minha alma de artista sem nenhuma consciência... Eu fugia para a rua sem reverência ao ritual doméstico da família para celebrar aquelas águas de rios de lama que inundavam o chão da minha infância para soltar barquinhos de papel naquelas poças d’água, causas de muitas “surras”.. E que, quando não podia, os soltava em bacias, baldes, em copos d’água para navegar nos meus sonhos”, descreve.


O sonho da artista continua atual, e se concretizou com o convite para expor no Museu Nacional da Cultura Afro- Brasileira. “Salvador foi e é meu porto seguro, o Centro Histórico era meu “point”, então eu era uma newcomer da intelectualidade e daquela cultura efervescente, entre cursos, eventos, recitais, exposições... Por isso aceitei a proposta de voltar a navegar em copos d’água e dar vazão a frota de barcos que inundam meu subconsciente e meu fazer artístico desde os mais remotos anos de minha infância, em minha Kalilândia”, finaliza.


Sobre a artista: 




[caption id="attachment_12509" align="alignleft" width="350"]Graça Ramos_Tela 3 © Fornecida por divulgação[/caption]

 Graça Ramos nasceu na Princesinha do Sertão (Feira de Santana), em 1948. É filha de Sr. Alfredo e da Professora Maura, sua primeira incentivadora nos mares das artes. Artista formada em Artes Plásticas e Licenciatura em Desenho e Plástica pela UFBA fez cinco pós-graduações, mestrado em Arte Educação nos Estados Unidos e doutorado em Belas Artes na Espanha.


Participou de inúmeras exposições coletivas e individuais em salões nacionais e internacionais, feiras de arte entre outros eventos.


É professora titular do Departamento de Pintura da Escola de Belas Artes da UFBA. Vem escrevendo diversos artigos científicos e didáticos, em revistas de pesquisa em arte brasileiras inclusive com publicações na Espanha e, participando de palestras, congressos e seminários, além de ter ilustrado muitos livros de literatura e poesias.


Tem escrito críticas sobre trabalhos de artistas visuais renomados no Brasil. Seu nome é citado em Catálogos de Arte como: Catarsis - Concessionário de Arte - Madrid, Espanha; Expo Guia - 1998 - España Fim de Siglo - Museu de Antropologia de Madrid; Expo Catálogo del Arte - Madrid.


Tem sua obra publicada em revistas, catálogos e livros de arte no Brasil, Alemanha, Espanha, Itália, Portugal, Estados Unidos, França e Japão.



Ficha técnica


Curadoria: Lita Limley


Artista: Graça Ramos


Serviço


Exposição “Um copo d'água para navegar II”


Abertura: 15 de junho, às 19h


Visitação: Até 15 de agosto, de segunda a sexta, das 10h às 12h e das 13h às 16h


Local: Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira (Muncab)


Endereço: Rua do Tesouro, s/ n°- Centro Histórico, antiga Casa do Tesouro


Maiores informações: (71) 3017-6722 - www.museuafro.com.br


Classificação livre


Entrada gratuita







 
© Todos os direitos reservados 2009 - 2018 - D`Anjos Web Service - De olho na mídia / Mk Designer