Votos na Câmara - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot

 

Votos na Câmara

20 julho 2016

/ DE OLHO NA MÍDIA
Texto de Abrahão Crispim Filho

Dilma teve a seu favor 137 votos na Câmara, no dia em que esta votou o impeachment. Menos de um terço, por isso foi afastada. Não foram só de esquerda, mas num contexto de ataque feroz a ela, mostravam uma espécie de "dernier carré" de resistência. Bem, se somamos os votos dados a Erundina e a Orlando Silva, deram 38; uma centena a menos. Se juntarmos a eles os sufrágios dados a Marcelo Castro - um dos ex-ministros de Dilma que votaram contra o impeachment - passa só um pouco de 100 deputados.


Ou seja, a oposição a Temer, ou a defesa de Dilma, foi emagrecendo desde o 17 de abril. E pior, está-se matando. A maioria de meus conhecidos do FB defendeu uma união das esquerdas em torno de Erundina. Foram muito severos com o PT. Alguns chegaram a errar no plano dos fatos, p ex dizendo que Maia e Rosso são do PMDB (não são), ou que Marcelo Castro é golpista (não).


Mas o fato é: a esquerda, ou a oposição àquilo que está aí, só faz emagrecer. O que não augura bem para a votação final do impeachment no Senado.






© Todos os direitos reservados 2009 - 2020 - D`Anjos Web Service - DE OLHO NA MÍDIA