A comunicação é um fenômeno interessante - DE OLHO NA MÍDIA - Site oficial

Responsive Ad Slot

A comunicação é um fenômeno interessante

18 novembro 2016

/ Unknown
Texto de Abrahão Crispim Filho

O Mac Donald tá longe de ser o sanduíche mais gostoso do Brasil, mas a nova geração não come sanduíche, come Mac Donald. E ai de quem ousa dizer que aquela gororoba não é o melhor sanduba. A Coca-Cola também não é a melhor bebida do mundo, mas é a mais consumida. Isso porque mesmo quem não assiste televisão tá cercado de Mac Donald e Coca-Cola, eles estão sempre na sua cara, ao alcance da sua mão.


A esquerda não é induzida pela mídia. Mas notem que quando o PSol estava organizando movimentos tipo o Não Vai Ter Copa e deitando o malho na Dilma, aquela faixa de gente branca e instruída da esquerda todinha (eu disse todos) dizia que a crítica era natural do processo, que a esquerda sempre foi crítica em relação aos seus. Mas bastou Freixo ir para o segundo turno e a faixa branca e instruída passou a dizer que era hora de a esquerda se unir. Aí a união era a marca dos sensatos, dos mesmos que apoiaram a balbúrdia insana contra a Copa em nome da defesa das divergências naturais.


E agora, passada a eleição, é hora de quê? Quem não sabe? Da autocrítica do PT. Não do PSol, não do Cunha, não de ninguém. É hora da autocrítica do PT.


Não sei de onde sai o discurso que contamina a esquerda. Sei que entre nós as ondas são nítidas, claras, facilmente identificadas. E o mais interessante é que essas ondas sempre ajudam a direita e ferram com o PT. O objetivo é igualzinho ao da mídia: ferrar o PT. A parte da esquerda branca e instruída não é refém da mídia. Mas não faz qualquer diferença não ser. De um jeito ou de outro, eles estão sempre no discurso da esquerda que a direita gosta.







 
© Todos os direitos reservados 2009 - 2018 - D`Anjos Web Service - De olho na mídia