Cvlto ao Fvtvrv: Não se assuste! Não é uma religião, mas um projeto artístico - DE OLHO NA MÍDIA

Responsive Ad Slot


Cvlto ao Fvtvrv: Não se assuste! Não é uma religião, mas um projeto artístico

01 junho 2017

/ DE OLHO NA MÍDIA
© Fornecido por Oscar D'Ambrosio, Doutor em Educação, Arte e História da Cultura e Mestre em Artes Visuais, atua na Assessoria de Comunicação e Imprensa da Unesp.

Cvlto ao Fvtvrv

Imagine um grupo que diz que não tem resposta para os seus problemas. Imagine um culto no qual ateus, agnósticos, panteístas e cientistas são bem vindos. Imagine uma filosofia que acredita nos dados imediatos da consciência e marcha pelo levante da mesma. Tal crença existe. É o Cvltodo Fvtvrv. Não se assuste. Não é uma religião, mas um projeto artístico.

O grupo tem como ícones a junção de múltiplos planetas (impossibilidade de sustentar o atual ritmo de consumo e exploração), a lua cravejada (repúdio ao colonialismo), a bandeira acinzentada segurada pelo braço de um prisioneiro (posição contrária ao nacionalismo) e o barco cheio de livros afundando (peso da cultura apoiada em valores questionáveis).

Outras manifestações visuais importantes são o cabelo do diabo (com toda a sensualidade que ele comporta) e a rosa da insubmissão (colocada nos joelhos, indica que a pessoa não se submete a ninguém). Isso se soma a ações de arte contemporânea colaborativas que estimulam a discussão de temas políticos, sociais e existenciais.

Em síntese, o Cvlto ao Fvtvrv pode ser resumido em: "Tudo o que ouvimos são opiniões, não fatos; tudo o que vemos são perspectivas, não a verdade". O projeto é fruto da mente de um artista plástico. Há em todo esse raciocínio e consecução visual um resultado que merece ser visto, discutido e analisado. Informações em http://fvtvrv.org/.




 
© Todos os direitos reservados 2009 - 2018 - D`Anjos Web Service - De olho na mídia / Mk Designer