Refugiados são mais que números - DE OLHO NA MÍDIA - Site oficial

Responsive Ad Slot

Refugiados são mais que números

27 outubro 2018

/ DE OLHO NA MÍDIA
Por Oscar D’Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (Português e Inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.
________________
© Fornecida por divulgação

Uma das principais questões sociais contemporâneas é a dos refugiados. São tantos elos que se mesclam quando se pensa naquilo que os países, os órgãos oficiais e a sociedade civil podem fazer para estabelecer soluções que escapem do discurso e possam, de fato, ganhar a esfera da ação.

A obra ‘A Lei da Jornada’, que representa um bote de borracha de refugiados em escala ainda maior que a humana, do artista chinês Ai Weiwei, que está na grande e densa exposição do artista na Oca, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, SP, traz, com o perdão da palavra, “munição” para que se pense que o tema envolve pessoas – e não apenas números.

Muitas vezes questões como a dos “sem pátria”, que envolvem dados estatísticos assustadores começam a ser tratadas em planilhas e gráficos que contabilizam informações importantes, mas que deixam de lado que cada pessoa precisa ser tratada como indivíduo e com total dignidade, o que demanda considera-la não apenas como pessoa, mas também na sua relação com a família e com a sociedade como um todo.

Um elemento que o artista oriental apresenta com extrema pungência é justamente a posição dos corpos de homens e mulheres aconchegando crianças no bote. Enquanto autoridades se omitem ou não conseguem chegar a um acordo sobre como lidar com esse desafio, cada família se articula internamente – e muitas vezes laços estreitos são criados mesmo entre aqueles que nunca se viram antes. Horas ou dias num bote transformam vidas – e isso geralmente não entra nas geladas falas oficiais...
© Todos os direitos reservados 2009 - 2018 - D`Anjos Web Service - De olho na mídia