Sucesso: Três sergipanas obtiveram nota mil na redação do Enem - DE OLHO NA MÍDIA - Site oficial

Responsive Ad Slot

Sucesso: Três sergipanas obtiveram nota mil na redação do Enem

23 janeiro 2019

/ DE OLHO NA MÍDIA
Da redação

Foto © Fornecida por divulgação


Dos mais de 4 milhões de candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio de 2018 (Enem), apenas 55 conseguiram atingir os mil pontos da redação. Desse total, três candidatas são do Estado de Sergipe, dentre elas, as jovens Jamile Borges e Clara de Jesus. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), dos 55 candidatos que obtiveram nota máxima, 43 são do sexo feminino, o que representa 76% do total, e 13 do sexo masculino. A terceira aluna, com 15 anos, fez a prova para  auto-avaliação (conhecidos como treineiros) e suas notas só são divulgadas 60 dias depois dos participantes regulares.
À espera do tema de redação é sempre uma ansiedade para milhões de candidatos. Tanto Jamile quanto Clara revelam que a surpresa em relação ao tema foi mútua. “Nós demoramos um pouco para assimilar o tema”, dizem. Após começar a refletir sobre a temática, Jamile conta que fez primeiro um espelho da redação para organizar as ideias. “Eu refleti bastante para saber como eu queria abordar o tema e comecei  a escrever”, afirma. Já Clara diz que foi mais direta. “Eu apenas fiz um pequeno esboço do tópico frasal e comecei a escrever direto na folha de redação. Terminei no último minuto”, conta.
Apesar de práticas diferentes na hora de escrever o texto, as jovens dizem que se inspiram na série “Black Mirror” para compor a introdução e o desenvolvimento do texto. “A redação exige que o aluno tenha um arcabouço cultural  muito grande”, afirma Paloma Abdallah, professora de redação das meninas. Segundo ela, apesar do exame exigir um modelo fixo de dissertação, a prática da escrita é sempre importante para aperfeiçoar como o candidato deve filtrar os argumentos para adequá-los nos limites de linhas exigidos.
“Elaborar uma síntese do que se irá escrever, como o tópico frasal , por exemplo, é de suma necessidade para não se perder ao longo do texto”, destaca Jaci, que também é professora de redação das jovens. Para ela, “redação é prática”, e, por isso, o principal segredo é praticar para poder trazer outros elementos e o texto ficar enriquecido. “Inclusive isso é cobrado na avaliação da redação, a contextualização do tema com outras nuances de conhecimento”, explica.
“O importante é sempre praticar e se deixar desafiar”, avalia Jamile. De acordo com a jovem, muitas vezes já deparou com temas que logo de início não sabia dissertar. “Às vezes durante as aulas chegava a ficar durante uns 40 minutos com a folha em branco sem saber por onde começar. É necessário não desistir, ou seja, buscar sempre meios para entender aqueles assuntos que você tem dificuldade”, orienta. A amiga Clara também vê nesse caminho o diferencial para conseguir a nota máxima. “É muito bom aplicar outras áreas do conhecimento. A dica que eu dou é ler muito e praticar constantemente”, pontua.
Texto por: João Paulo Schneider  e Verlane Estácio/infonet

© Todos os direitos reservados 2009 - 2018 - D`Anjos Web Service - De olho na mídia